Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Sexo e a Periferia

Entre a Carrie Bradshaw e a Bridget Jones. Com muito menos glamour, é claro.

Estou a ter um dia do cacete. Deitei-me tarde (o meu horário de recolher é normalmente às 22H30 e ontem só cheguei à cama às 00H30). Too wild for me! Antes de adormecer confirmei na agenda do telemóvel que hoje não tinha compromissos. Dormi SUPER mal. Não tive pesadelos, mas também não tive um sono tranquilo. Acordei depois da hora habitual (o despertador costuma tocar às 06H15/06H30 e às 07H00 já estou no ginásio). Só lá cheguei às 08H00, um pouco irritada comigo própria. Não lido muito bem com cenas que saem fora do planeado, confesso. Enquanto alombava com 80kgs (a minha maior carga até agora) no hip trust entrei subitamente em pânico porque acreditei solenemente que me tinha esquecido de umas análises agendadas para as 08H20. Quando acabei o treino, saltei  para o carro - sem duche tomado e sem desodorizante posto - e arranquei para o hospital equipada com umas leggings estampadas (quite psicadélicas) e uma camisola verde neón. Dirijo-me ao posto de colheitas e a recepcionista diz assim: "as suas análises são dia 05" e eu com a voz quase no chão, pergunto-lhe: "que dia é hoje?" e ela "4"! Pedi-lhe - com consternação - se não me podiam fazê-las hoje já que me tinha antecipado e ainda estava em JEJUM. 10H30 DA MANHÃ E A PESSOA AINDA EM JEJUM! A moça foi um anjo e deixou-me fazer as análises sem me encaminhar para a ala da psiquiatria. 5 estrelas! Quando regressei a casa, estacionei duas vezes em dois lugares reservados, sabendo que eram lugares reservados (passaram a reservados há pouco tempo e ainda não me habituei à ideia). Só arranjei um lugar definitivo à terceira. Cheguei a casa estafada e enfiei-me no duche. Estou a rezar para não me aparecerem clientes porque ainda estou à espera que as faculdades mentais que ficaram a dormir na minha cama façam o favor de voltar ao meu corpo. Estão a fazer-me falta.

 

Como acordei mal dispostinha - e já vos vou contextualizar porquê - resolvi eliminar umas quantas pessoas do meu instagram, na sua maioria rapazes que adicionei nos últimos meses. Rapazes mais novos sobretudo. Corri-os a todos. Estou fartinha desta coisa do adiciona, passado duas semanas exclui. Assim como estou fartinha da (falta de) conversa deste tipo de malta. QUE FALTA DE TESÃO! Nós - os quase quarentões - não fomos lá muito bem sucedidos, mas esta malta que vem atrás, oh valha-me nosso senhor, vai precisar de um milagre! Agora que penso com mais calma no assunto, há umas quantas "amigas" que também podiam ser excluídas. As pessoas são só incriveis... Por falar em "pessoas incriveis", lembram-se de há uns dias atrás eu vos ter dito que "a malta sem noção volta sempre a tentar o acesso"? Não percebo porque é que não jogo no euromilhões. Quem é que acham que me voltou a enviar mensagens? Esse mesmo, o das cordas. COMO É QUE É POSSÍVEL? Como?

 

Sabem como é que meteu conversa? A fazer-se de engraçadinho claro, "já usaste as minhas cordas com alguém?". M-I-N-H-A-S. Notem bem o pronome possessivo empregue num objecto que FUI EU QUE PAGUEI! Começou mal, mas eu dei-lhe corda: "não porque eu sabia que ias mudar de ideias". Fez-se de desentendido. "Estás a precisar delas?"  Pensei, por momentos, que ia ter a cara de pau de mas pedir. "Sim, se as quiseres usar comigo!" OK, eu já achava isto muito estranho, mas agora começo a achar um pouco assustador. Portanto, ele não sabe fazer nada, nem beijar, nem usar a língua, nem metê-la num determinado lugar, nem levantar o pau, nem enfiá-lo no sítio e volta a fazer-me um convite destes depois de me ter tratado como tratou?! Um convite não, UMA SOLICITAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS!!!! Respondi-lhe - para enrolá-lo como ele me enrola a mim - que "antes das cordas, estava a dever-me umas coisinhas". Fez-se desentendido mais uma vez. Enviei-lhe um desenho bem explicito, "falámos tanto sobre isso" + três emojis: uma boca, uma língua e uma mão. "Caramba, isso é muito!"  Para quem não sabe nada, é de facto muito. "Apenas o básico" e arrumei o assunto. Ele também não disse mais nada. Desculpem lá, mas parece que ele tem um sério problema, não? Que raio de fixação é esta com cordas?! Expliquem-me! Ele não sabe fazer nada e só quer que lhe façam a ele... Será que foi abusado ou torturado? Que raio de experiências sexuais é que ele teve para ficar com isso gravado no seu subconsciente? É que a ideia que ele tem do sexo está muito longe do que o sexo realmente é! O problema não é só a falta de experiência, a falta de esforço e a forma displicente como ele trata as pessoas. Zero skills em socialização. Que medonho!

 

Ok, a malta mais nova consome muita pornografia, passa muito tempo em casa, mas caramba digo eu!!! Este rapaz não é normal... Quem é o gajo com a mania que é bonito, todo bombado, que gosta de parecer um insecto atado pelas mãos e pelos pés, a dar os últimos suspiros antes de morrer? Que visão terrorífica! Isso a mim não me excita absolutamente nada... Será que isso é normal e cool e moda e sou só eu a achar estranho? Portanto a gente agora amarra-os, exicta-os, senta-se neles e resolve-se? É assim que funciona? É que ele se vende como se fosse um garanhão puro sangue... O que eu esperava que ele fosse dada a publicidade que fez! Que raio de merda é que lhe passou pela cabeça para me voltar a contactar? Eu percebo que estava muito disponível, que insisti e até achei graça em comprar as cordas, portanto, fui coadjuvante na loucura dele, mas pensei que tinha ficado bem claro que ele não tinha correspondido ao que eu esperava... Raios parta! Eu quero alguém que me lamba de cima abaixo e que me coma e me foda em cima da mesa da cozinha (que para ele era muito alta). Ele é um narcisista imaturo inflexível, descortês, grosseiro e indelicado! Que horror, que criatura! Ainda bem que a pila dele nem chegou a entrar bem no sítio. Ia me desalinhar o que resta dos meus chackras! Ha ha ha. Estou muito tentada a sair das apps. Muito. Ha ha ha.

 

Entretanto há um miúda lá no ginásio de quem já tentei ser amiga e não correu bem.  Voltou a aproximar-se. Primeiro tentou ser minha amiga e como não funcionou, trocou-me por outra também lá do ginásio. Chegámos a sair as três. Essa tal miúda é a que gostava muito de gozar com o facto de eu estar sozinha. Foi uma completa desilusão enquanto amiga, embora eu reconheça que tem uma personalidade muito divertida. Falamos o essencial, afastei-me bastante e não partilho nada de importante com ela. Quando ela voltou a aproximar-se, fiquei desconfiada, "isto tem água no bico"... Óbvio. Chateou-se com a outra e voltou a mim. Que feio! A questão é que eu dou-me bastante melhor com a outra e até temos saído juntas, portanto, se for para escolher entre ambas, vou manter-me com a que tem a energia menos negativa. Essa tal que agora voltou a aproximar-se convidou-me para uma festa de fim de ano e eu até que estava a ponderar porque não tenho grandes alternativas, mas hoje, enquanto estava no ginásio e vi-a voltar a fazer as suas birras para chamar a atenção, disse para mim própria: "outra vez não!". Não sei se tenho estômago para me sentar numa mesa com ela. Acho que o fim de ano é um momento de celebração e não me estou a imaginar celebrá-lo junto de alguém que não me celebra de todo... Portanto estão aí os últimos aprendizados do ano. Não vou reclamar. Não vou pedir nada. Vou fazer-me de morta para ninguém mexer comigo. E se não mexerem, já tá bom!

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub